O que é growth hacking e por que você precisa entendê-lo

O termo já está começando a popularizar e talvez você já tenha ouvido falar dele. Mas afinal, o que é growth hacking e o que faz um growth hacker?

O growth hacking já é muito discutido e aplicado no Vale do Silício e está começando a ganhar espaço no Brasil. Essa nova forma de pensar o crescimento de empresas digitais e a aquisição de novos clientes e usuários abrange não só estratégias tradicionais de marketing mas também estudos mais profundos de design, produto e engenharia. Tudo isso supervisionado e centralizado na figura do growth hacker.

O growth hacker (que, segundo especialistas em inovação é o novo vice-presidente de marketing) é a pessoa responsável por pensar estratégias de crescimento que unam diversas áreas de uma empresa a fim de aumentar o número de clientes e usuários dela de forma eficiente e rápida. Além de dominar estratégias e recursos de marketing, esse profissional precisa se envolver e entender também de áreas como design de produto, desenvolvimento, pesquisa e engenharia.

Mais que divulgar um produto ou serviço, o growth hacker participa do desenvolvimento e aprimoramento dele para que tudo conveja para a aquisição de mais clientes. Todas as ações desse profissional são voltadas para o crescimento (daí o nome). E além da responsabilidade de atrair novo clientes e usuários e entender seus comportamentos, também é missão do growth hacker retê-los e fazê-los retornar.

O número cada vez maior de empresas digitais, startups e aplicativos lançados a cada dia faz crescer em ritmo acelerado a demanda do mercado por esse tipo de profissional. Pensando nisso, convocamos um dos maiores especialistas brasileiros no assunto para montar um curso assertivo e rápido para treinar aqueles interessados em entrar nesse mercado em franco crescimento. Confira a ementa aqui.

Related Articles

O que é um projeto?

Todos nós executamos projetos: seja abertura de empresas, um trabalho de escola, um novo produto. É importante entendermos isso para lidarmos com cada um.

Responses