Gestão de Projetos: o guia completo para ser gerente de projetos

A área de gestão de projetos está bombando: mais de 56 mil novas vagas estimadas por ano e salários de até R$ 43 mil! Ficou interessante né?

Essa não é uma profissão nova, já vem sendo aplicada há muito tempo. Contudo, com as empresas de tecnologia e os grandes desenvolvimentos que as economias estão tendo, é necessário pessoas capacitadas para coordenar isso tudo.

Então, se você gosta de lidar com pessoas, odeia rotina e gosta de organizar as coisas, acho que ser gerente de projetos é para você.

Vamos entender mais sobre essa profissão? Vamos lá!

Vá direto ao ponto:

 

  1. Gestão de projetos: o que é?
  2. Gerente de projetos: o que faz?
  3. Como a Gestão de Projetos é aplicada nas empresas
  4. Vagas para Gerentes de Projetos
  5. Salários de Gerente de Projetos
  6. Transição de carreira para Gerente de Projetos
  7. Como ser Gerente de Projetos
  8. Como aprender gestão de Projetos
  9. Cursos
  10. Livros
  11. Perfis de Project Manager para você seguir
  12. Eventos de gestão de projetos
  13. Comunidades e grupos

 

Gestão de projeto: o que é?

O que é gestão de projetos

A gestão de projetos é a aplicação de técnicas, conhecimento e habilidades para termos sucesso nos projetos. Assim, sendo responsável por planejar, executar, coordenar e controlar todas as etapas, recursos e pessoas.

De tal forma, precisamos entender o que é um projeto. Para isso, vamos consultar “Bíblia” dos gestores de projeto: o Project Management Body of Knowledge (PMBOK), que é um guia completo e criado pela instituição mais renomada na área, o Project Management Institute (PMI).

Essas duas figuras (PMBOK e PMI) irão aparecer bastante nesse texto. Afinal, são peças-chaves em uma boa gestão de projetos.

Certo, o que é um projeto? Segundo o PMBOK é “um esforço temporário empreendido para criar um produto, serviço ou resultado único e exclusivo”. 

Dessa forma, um projeto possui começo, meio e fim. Logo, um gestor de projetos não lida com a rotina de nenhum negócio.

Por isso, não vemos ver gestor de projeto lidando, por exemplo, com rotinas financeiras e administrativas dos negócios. Basicamente, a gestão de projetos irá lidar com aquilo que muda a rotina. 

Por exemplo, uma nova unidade de negócios ou implementação de sistema de gestão. Até sua busca por uma nova carreira pode ter aplicação dessa área!

Veja só, segundo o PMBOK as características do projeto são as seguintes:

 

  1. Prazo definido: você tem um tempo que gostaria de um novo emprego, não é? Então check!
  2. Deve ser planejado, executado e controlado: temos que planejar para onde vamos nos candidatar, preparar para entrevista, melhorar o LinkedIn… depois fazer as entrevistas e controlar os e-mails;
  3. Entrega produto/serviço/resultado exclusivo: o resultado exclusivo é o novo emprego;
  4. Envolve uma equipe de profissionais: nesse caso, não necessitamos de uma equipe. Mas podemos envolver consultores, coaches e amigos;
  5. Possui recursos limitados: com certeza isso nós temos. Afinal, tempo, network, experiência, quantidade de vagas e dinheiro para passagem são recursos limitados.

 

O guia PMBOK

Como dito, o PMBOK é o guia mais completo e atualizado na área. Ele é elaborado pela Project Management Institute (PMI), a entidade mais renomada no assunto.

Ademais, é o PMI que certifica profissionais de gestão de projeto (na sigla inglês, PMP). Esse instituto é uma associação internacional na gestão de projetos e portfólio. 

Logo, o guia é fruto da experiência e conhecimento dos maiores gestores no mundo. O PMBOK foi criado em 1996 e é um manual de boas práticas e padrões da área.

Entretanto, ele é constantemente atualizado para se adaptar às demandas das empresas. Afinal, a economia e os negócios estão sempre evoluindo.

O guia é dividido em 10 áreas do conhecimento:

 

  1. Gerenciamento de Integração: unir os diferentes elementos do projeto para que todos trabalhem juntos.
  2. Escopo do projeto: o gerente de projeto precisa garantir que todo o trabalho necessário e somente o trabalho necessário está sendo executado. Podemos chamar isso de “foco”.
  3. Cronograma: planejar e controlar o cronograma é essencial para que o projeto seja feito no prazo.
  4. Custos: essa área envolve as estimativas, orçamentos e controle de custos;
  5. Gestão da qualidade: atividades que buscam garantir que o resultado alcançado satisfaça as necessidades, que é o objetivo de qualquer projeto;
  6. Recursos humanos: aqui estamos falando sobre a gestão e coordenação da equipe;
  7. Comunicações: administrar a comunicação é algo fundamental para todo gestor de projetos. Do contrário, todo mundo fica perdido e o caos é instaurado;
  8. Riscos: todo projeto envolve riscos que devem ser identificados e analisados, estabelecendo um plano de resposta;
  9. Aquisições: planejamento e controle dos processos para compra e aquisições de produtos/serviços;
  10. Stakeholders: qualquer projeto envolve mais do que a empresa. Assim, o gerente de projetos deve lidar com a equipe, diretorias, investidores, sociedade, reguladores etc.

 

Gerente de Projetos: o que faz? Como é seu dia a dia?

O que faz um gerente de projetos
Foto por Unsplash

Segundo Mário Trentim, o gerente de projetos é responsável por planejar, organizar, gerenciar e controlar.

 

  1. Planejar: organizar os processos, ferramentas e técnicas para que junto com a equipe possa ser definido tudo o que será feito, incluindo o escopo, requisitos das entregas, cronograma e estimar o orçamento.
  2. Organizar: mobilizar e gerenciar todos os recursos que serão necessários para execução do projeto. Desde equipes às aquisições.
  3. Gerenciamento: aqui o gerente de projeto é responsável por direcionar e orientar a execução, incluindo avaliação de performance.
  4. Controle: monitorar indicadores, métricas e utilizar técnicas para acompanhar o resultado. Caso seja necessário, fazer os ajustes e controle das mudanças que acontecem no meio do caminho.

 

Por fim, o project manager também tem que fazer o encerramento do projeto. Essa etapa demanda do gestor a compilação das lições aprendidas, transição do produto/serviços, treinamentos e os encerramentos de contratos.

Ademais, essa é uma profissão que fará você ter contato com todo mundo da empresa e de diversas áreas. Pois você terá que coordenar todas as partes do projeto, desde engenharia, programação a finanças e marketing.

Aliás, o gerente de projeto pode fazer muita coisa. Nesse sentido, a gestão de projetos é uma habilidade que pode ser aplicada em qualquer profissão.

Por isso, saber gerenciar projetos é algo cada vez mais procurado. Uma vez que é crucial para todos os negócios atingirem melhores resultados.

Logo, o project manager precisa saber combinar as habilidades de gestão, a técnica e as soft skills.

 

Onde o gerente de projetos atua?

Você já deve ter visto em algumas vagas o uso dos nomes coordenador de projetos, líder de projetos e gerente de projetos. Mas será que tem diferença entre eles?

Segundo o Andriele Ribeiro, a resposta é não. Ele cita até um exemplo do motivo da empresa utilizar um nome ou outro: “trabalhei em uma empresa que preferiam chamar de líder de projeto para não confundir a posição com o gerente funcional da área”.

Isso é bem comum em startups e empresas de tecnologias. Contudo as atribuições entre as nomenclaturas variam pouco.

De toda maneira, veremos gestores de projetos em todas as companhias, de vários tamanhos. Por exemplo:

 

  • Tecnologia;
  • Instituições financeiras;
  • Órgãos governamentais;
  • Indústria e agrícola;
  • Empresas de tecnologia e startups; etc.

 

Rotina do gerente de projetos

Não há uma rotina para o gerente de projetos. Afinal, cada dia terá algum problema ou alguma coisa que irá mudar totalmente o seu plano.

Logo, é uma ótima profissão para quem odeia algo repetitivo e gosta de lidar com pessoas. Ademais, é um cargo que muito provavelmente irá precisar de várias viagens no mês.

Veja abaixo como pode ser o seu dia a dia. As atividades foram inspiradas no relato de Spencer Hobbs, sênior Project Manager na Network Rail.

Rotina de um gerente de projetos

Aliás, como Adrian Neumeyer comenta, seu dia é cheio de reuniões, muitas vezes uma atrás da outra. E você terá que ser capaz de extrair valor delas e evitar aquelas reuniões improdutivas.

 

Como a Gestão de Projetos é aplicada nas empresas

Como é aplicado a gestão de projetos nas empresas
Foto por Unsplash

A gestão de projetos é aplicada seguindo o que é chamado de “ciclo de vida do projeto”. Esse ciclo é aplicável a qualquer tipo de projeto:

 

  1. Iniciação: recolher os requisitos de qualidade, tempo e custo e criar as documentações iniciais e colher aprovações;
  2. Planejamento: desenvolver cronogramas, estimativas de orçamento, Estrutura Analítica do Projeto (EAP), gerenciamento de riscos, comunicações e mais.
  3. Execução: mão na massa! E nessa hora também que vai acontecer os problemas e as mudanças.
  4. Monitoramento e controle: isso acontece junto à execução, onde você monitora o trabalho, indicadores, orçamento etc. Quando há alguma divergência ou mudança a ser feita, fica a seu cargo tomar as providências.
  5. Encerramento: ao fim dos projetos você precisará criar um registro de lições aprendidas para melhorar nos próximos, apresentar relatórios e fazer o encerramento de contratos.

 

Contudo, Mário alerta: “as técnicas e software de gestão de projetos é para o gerente de projetos. Sua empresa está preocupada com resultados”.

Isto é, os negócios criam projetos para resolver ou criar alguma coisa, seja um novo produto, substituição de maquinário, construções, entre outros. 

E você como coordenador de tudo deverá entregar dentro do prazo, no orçamento estipulado e atendendo todos os requisitos.

 

A metodologia ágil

Algo que está cada vez mais sendo requisitado dos gerentes de projetos é conhecimento de metodologia ágil. Isso porque temos que entregar mais em menos tempo.

Assim, essa abordagem é o uso de um conjunto de técnicas para acelerar os projetos. Para isso, objetiva integrar a comunicação entre equipes para otimizar os processos.

Ademais, há várias metodologias. Cada empresa pode optar por uma ou mesmo deixar a sua escolha.

Entre as principais temos:

 

  • Scrum: baseada nas “sprints” que em semanas visa ter um produto/serviço finalizado.
  • Lean: foco no processo de construção, medição e aprendizado;
  • Kanban: representação visual do que está sendo desenvolvimento, de modo a evitar os gargalos e atrasos;
  • SMART: essa é uma técnica para criar projetos realistas e realizáveis. A sigla significa “específica, mensurável, atingível, relevante e possuir prazo definido”.
  • Feature Driven-Development (FDR): comum em startups, essa é um método focado em desenvolver produtos por funcionalidades. Assim, tem duas etapas, o planejamento e a construção.

 

Vagas para Gerente de Projetos: Precisa-se de profissionais capacitados

Crescimento de vagas para gerente de projetos

O PMI estima que até 2027 teremos mais de 22 milhões de novas vagas para gerente de projeto. No mesmo período, o instituto afirma que as empresas irão necessitar de 88 milhões de pessoas em posições orientadas à gestão de projetos.

Nessa estimativa, que leva em consideração 11 países, o Brasil também está incluído. Por aqui, serão 2,4 milhões de novas oportunidades.

Aliás, segundo o estudo do PMI, a escassez de gerente de projetos poderá causar prejuízos de US$ 208 bilhões (isso é dólares, em reais dá trilhão)! Olha só a importância que esse profissional possui nas empresas.

Enquanto isso, os projetos são estimados a contribuir com US $20,2 trilhões para economia global. Assim, as indústrias que mais precisam de profissionais:

 

  • Indústria e construção: 9,7 milhões;
  • Tecnologia da Informação: 5,5 milhões;
  • Finanças e Seguros: 4,6 milhões;
  • Gestão e serviços profissionais: 1,7 milhões;
  • Infraestrutura: 279 mil;
  • Petróleo e gás: 49 mil.

 

Ademais, há bastantes contratações por projeto. Por conta da pandemia, esse modelo foi bastante utilizado.

De fato, caiu no gosto das empresas. Segundo a Robert Half, de quem contratou por projeto durante a pandemia, 50% afirma que irá ampliar o uso do modelo em 2021.

“Trabalhar como especialista em projetos aumenta a empregabilidade, ganhando experiência e conhecimento” – Robert Half

Por isso, não deixe de se especializar. Confira nossa plataforma SPTF, onde temos as melhores oportunidades do mercado, selecionadas especialmente para você.

Vagas nas melhores empresas da Nova Economia

 

Salários de Gerente de Projetos: Quanto ganha um profissional em 2021

Salários de gerente de projetos

Com um crescimento anual de quase 57 mil novas vagas, os salários também são bem atrativos. Veja os valores segundo a Glassdoor:

 

  • Salários de gerente de projetos junior: R$ 9 mil
  • Salários de gerente de projetos pleno: R$ 13 mil
  • Salários de gerente de projetos pleno: R$ 20 mil

 

Enquanto isso, a Robert Half em seu guia salarial 2021 indica salários de R$ 11.100 a R$ 43.050.

Ou seja, é uma posição cada vez mais necessária e muito bem remunerada. Conforme o PMI, em geral os gerentes de projetos recebem 82% a mais que funções que não são orientadas a projeto.

E se tiver uma certificação PMP, seu salário será 20% acima dos demais project manager. Ah, não vamos esquecer que as empresas investem cerca de 20% do PIB mundial (aproximadamente US $12 trilhões) em atividades relacionadas a gestão de projetos.

Nesse sentido, apesar da pandemia ter colocado um pause em um crescimento mais acelerado, as perspectivas são positivas. Como dito, milhões de novas vagas serão criadas.

Contudo, cada vez menos temos profissionais com certificações e especialização em gestão de projetos. Por isso, se eu fosse você não ficaria de fora.

 

Transição de carreira para gestão de projetos

Carreira como gerente de projetos
Foto por Unsplash

Em geral, os gerentes de projetos são pessoas que galgaram uma longa trajetória dentro de uma carreira. Assim, depois de muita experiência investiram em gerenciar projetos da área.

Por exemplo, o Mário Trentim que depois de anos de experiência na área de engenharia, que é bastante orientada a projetos, decidiu investir na gestão de projetos.

Hoje, atua como consultor em gestão e implementação de escritórios de projetos. Além de estar nos comitês globais do PMI.

Nesse sentido, se você está pensando se vale a pena investir na carreira de gestão de projetos, com certeza vale a pena!

Para tanto, você nem precisa realmente mudar de carreira. Isso porque se sua área é orientada a projetos e não processos, você pode sim se tornar um Project Manager.

O que acontece é um processo de amadurecimento no profissional. Assim, conforme você ganha experiência, qualifica-se e busca desafios, você chegará nessa posição.

É importante notar que o gerente de projetos precisa ser uma pessoa com experiência na área. Afinal, você será o responsável último pelo projeto.

Por isso mudar para gestão de projetos não é a mesma coisa que sair de finanças para o marketing. Afinal, como você vai gerenciar projetos de marketing se não tem experiência?

Ademais, Andriele tem um episódio do podcast que mostra como ele saiu de programador para gestor de projeto. Você pode conhecer a história aqui

De todo modo, veja abaixo como você pode se tornar um gerente de projetos!

 

Como ser Gerente de Projetos 

1. Capacitação

O PMI define que o conjunto ideal de habilidades de um gerente projetos é composto por:

 

  • Conhecimento técnico de gestão de projeto
  • Liderança
  • Gestão de negócios e estratégia
  • Habilidades digitais

 

Nesse sentido, Robson Camargo diz que o melhor caminho é um curso de gestão de projetos. Pois ajudam a esclarecer os conceitos básicos e fundamentais para aprofundamento do aprendizado.

Basicamente, um bom curso lhe dará uma fundação sólida, que sem ela será mais difícil adquirir as habilidades mais avançadas.

 

2. Prática

Mario Trentim diz que “os pequenos projetos são aqueles que nos ajudam a absorver o conhecimento”. Por exemplo os projetos de DIY, voluntariado (como a festa junina da ong), eventos pessoais/familiares.

Então, para ganhar experiência e aplicar seu conhecimento é preciso fazer projetos! Mario afirma: “se você não tem capacidade de gerenciar pequenos projetos, você nunca vai ter capacidade de gerenciar grandes projetos”.

Ademais, Andriele dá uma dica que pode ser interessante, antes de buscar vagas de gerente, busque por oportunidades de analista de projetos. 

Esse analista, em geral, fica responsável por apoiar o gerente e cuidar de atividades documentais e administrativas. Assim, é uma ótima forma de você adquirir experiência para alcançar o tão sonhado cargo de gerente de projetos.

 

3. Especialização

Por fim, para alçar voos maiores será necessário especialização. Seja uma pós-graduação ou MBA em gestão de projetos.

Ademais, essas especializações são ótimos meios de networking. Além de turbinar seu currículo.

O networking precisa ser algo que esteja na sua lista de tarefas também. Ter boas conexões te ajuda a conseguir melhores oportunidades e até a atingir os resultados dos projetos.

 

Como aprender Gestão de Projetos

Como aprender gestão de projetos
Foto por Unsplash

Aprender gestão de projetos não é possível através de um só caminho. Assim, é necessário se apoiar em cursos, especializações, livros, vídeos, workshops e o que mais estiver disponível.

Lembrando que grande parte do seu trabalho é lidar com pessoas. Logo, estudar sobre o comportamento humano também poderá te ajudar a ser um gerente melhor.

A comunicação é, sem dúvidas, a principal habilidade do gerente de projetos. “Tudo envolve comunicação […] você precisa ser um bom comunicador”, comenta Andriele.

De toda forma, é preciso aprender:

 

  • Conceitos de planejamento;
  • Estrutura analítica de projeto (EAP);
  • Gestão de conflitos;
  • Criação e controle de cronogramas;
  • Gestão de contratos;
  • Gerenciamento de riscos;
  • Análise crítica de indicadores;
  • Montagem e coordenação de equipe;
  • Liderança e comunicação;
  • Ferramentas de produtividade (como o Microsoft Project);
  • Entendimento do guia PMBOK.

 

Além dos conhecimentos específicos de cada área. Por exemplo, um gerente de projetos de construção precisará aprender coisas que o gerente na área de finanças não precisa, e vice-versa.

 

Cursos de Gestão de Projetos

Aprender algo da forma certa e rápida é apenas possível com cursos. Dessa forma, encontrar um ótimo treinamento, seja presencial ou online, é fundamental.

Como dito anteriormente, o curso te dará a base, pois sem essa base você não conseguirá se aprofundar na área.

Também é importante conhecer bem a sua área de atuação. Digamos que você trabalhe em uma startup e lida com os projetos de novos produtos.

Assim, cursos de UX Writing ou UI Design podem ser ótimos para você. Não que você vá criar interfaces, mas entender as melhores práticas é essencial para criar projetos mais ágeis e que entreguem resultados.

Contudo, para começar na área é essencial o curso específico sobre gestão de projetos. Para depois se especializar com os cursos que você encontra aqui na Aldeia!

Conforme você tem experiência em projetos, você até poderá aplicar para a certificação PMP. Essa é uma certificação mundialmente reconhecida.

Assim, se você quer trabalhar em empresas mundiais e até fazer projetos em outros países, essa é uma certificação que você precisa ter.

 

Livros de Gestão de projetos

Livros de Gestão de Projetos
Foto por Rawpixel

Ler livros é uma ótima forma de adquirir um conhecimento profundo. Como gerente de projetos a leitura de novas técnicas, boas práticas e outros conceitos precisa ser uma atividade diária.

 

1. SCRUM: A arte de fazer o dobro do trabalho na metade de tempo – Jeff & JJ Sutherland

Com certeza o livro do Scrum é necessário para todo profissional que queira gerenciar projetos. Ademais, SCRUM é um livro que se você trabalha em empresa de tecnologia você precisa ler sem falta.

Afinal, a técnica é usada por muitas das empresas. E se a sua não utiliza, seja você quem irá implementar — certeza de que seus chefes irão te agradecer por isso.

 

2. Sprint: O método usado no google para testar e aplicar novas ideias em apenas cinco dias – Jake Knapp

Outra metodologia muito utilizada é o Sprint. Essa técnica ajuda as empresas a testar e validar ideias em pouquíssimo tempo.

Lembrando que o sprint faz parte também do scrum. Então, esse livro e o anterior se complementam.

 

3. Introdução ao gerenciamento de projetos – Eduardo Montes

Esse é um bom livro introdutório para aqueles que nunca tiveram contato com a gestão de projeto.

Eduardo Montes buscou detalhar os 10 passos para gerenciar um projeto. Ele utiliza exemplos e mostra as ferramentas e modelos que você precisa.

 

4. Livros do PMI

Os livros do PMI são as melhores fontes para entender sobre a parte técnica de gestão de projetos. Além de adquirir o PMBOK.

Aliás, o PMBOK será um livro que sempre será referenciado. E ele será um verdadeiro manual, o qual você irá viver voltando nele para tirar alguma dúvida.

Ademais, é importante que você fale inglês. Pois como é uma profissão internacional até os autores brasileiros publicam primeiro em inglês.

Então, sem aprender a língua você ficará desatualizado, o que poderá prejudicar seu desempenho.

 

Perfis de Project Managers famosos que você deve seguir

Para te ajudar a estudar, vou te recomendar aqui 3 profissionais que postam conteúdo regularmente sobre gestão de projetos. São milhares de horas e textos para você aprender.

.

Mário trentim

Mário Trentim é sócio e diretor da Trentim Gestão & Tecnologia, uma empresa de consultoria e implementação de projetos. Além disso, é uma grande referência mundial na área.

Publicou 4 livros sobre gestão de projetos, é CEO do PMO Global Alliance (maior comunidade de PMOs do mundo) e faz parte dos comitês globais do PMI.

Assim, ele é uma ótima fonte para você aprender sobre a área. Bem como em seu canal do YouTube você encontra conteúdos diários sobre gestão de projetos e produtividade.

 

Robson Camargo

Consultor, palestrante, autor e instrutor de Gestão de Projetos. Além de possuir seu PMP. Robson Camargo é uma figura altamente gabaritada no ramo.

Ademais, em seu site há muito conteúdo para você aprender mais. Além dos preparatórios para as certificações. 

Seu canal do YouTube não é tão ativo quanto o de Trentim, mas ainda assim possui muito conteúdo por lá.

 

Andriele Ribeiro

Andriele Ribeiro trabalha com gestão de projetos desde 2001. Com sua ampla bagagem e certificações, hoje se dedica a ajudar outros profissionais a se certificar.

Por isso, seu canal do YouTube tem horas e horas de conteúdo para você se aperfeiçoar. Seu conteúdo é bastante voltado a te ajudar a conquistar as certificações da área.

 

Eventos de Gestão de Projeto: não perca esses

Eventos de gestão de projetos
Foto por Rawpixel

No Brasil está confirmado, por enquanto, apenas o Congresso Brasileiro de Gestão, Projetos e Liderança — que neste ano o congresso irá acontecer em Vitória, ES.

Enquanto isso, você poderá aproveitar os diversos seminários online do PMI, que acontecerão em:

 

  1. 22 a 25 de fevereiro
  2. 22 a 25 de março
  3. 5 a 8 de abril
  4. 19 a 20 de abril
  5. 17 a 20 de maio

 

Há outros eventos internacionais e online, como:

 

  1. Happy Projects, 27 de maio;
  2. Global Connect, 8 a 11 de junho
  3. Agile 2021, 19 a 22 de julho
  4. Digital PM Summit, 25 a 27 de outubro
  5. Project Management Symposium, 22 e 23 de abril

 

Comunidades e grupos de Gestão de Projetos: quais as principais?

Interagir com outros profissionais de gestão de projeto é fundamental para trocar experiências. Por isso, confira os principais grupos para você participar:

 

 

Enfim, vemos aqui que a carreira de gerente de projetos tem um futuro promissor, com milhões de vagas sendo abertas. Além de ser uma área com muitas possibilidades de atuações.

Ademais, é uma profissão para aqueles que gostam de gestão, liderar pessoas e não ter uma rotina. Apesar das grandes responsabilidades, os salários também são bem altos, podendo chegar a mais de 40 mil reais.

E você, está pronto para encarar sua nova jornada? 

Cursos da Nova Economia é na Aldeia

Related Articles

O que é um projeto?

Todos nós executamos projetos: seja abertura de empresas, um trabalho de escola, um novo produto. É importante entendermos isso para lidarmos com cada um.

Responses