Dicas práticas de como responder um briefing

Se você é empreendedor e já teve contato com alguma área de criação, provavelmente já preencheu ou conhece alguém que teve que responder um briefing: uma ferramenta tão comum e importante nos processos do mundo empresarial. Esse é um tema que ainda gera muitas dúvidas, tanto para quem contrata um serviço quanto para quem o fornece.
Briefing pode ser traduzido como instruções ou direções, e realmente esse é o papel dele: mostrar qual caminho tomar e traduzir o que você precisa para que o designer possa criar. Antes de tudo ele deve ser objetivo. Mas que informações devo dar? O que é mais importante? Aqui vão mais algumas dicas práticas para você responder o briefing que vai conquistar primeiro seu fornecedor, depois seus tão sonhados clientes.

Saiba o que você quer e deixe isso bem claro

Seja para um projeto completo de identidade visual ou para uma campanha de marketing digital, você precisa saber o que você quer. E isso não significa dizer “uma logo bonitinha” ou “um post com a Gisele Bündchen usando meu produto” (o budget dos sonhos, né?). Deixe bem claro no briefing qual é o seu objetivo com aquele projeto. Seja aumentar as vendas de um produto, reposicionar sua marca ou captar novos clientes, o que importa é ter um objetivo final para então ir atrás do resultado. Saber o que você quer é essencial quando for responder um briefing.

Não tenha medo dos números

Mesmo nas áreas de design e comunicação, os números importam sim. Defina a quantidade de peças necessárias, os prazos e orçamentos disponíveis para o projeto e não tenha medo de mostrar para quem vai lhe atender. Estes números são cruciais na hora de viabilizar o projeto, seja por tempo ou dinheiro. Iniciar uma relação profissional com confiança faz o projeto fluir muito melhor.

De olho na concorrência

Como empreendedores, sempre estamos observando as ações e cada passo dos concorrentes. Isso também deve ser levado em consideração na hora de responder um briefing. A pesquisa sobre o mercado com o qual você vai competir não é utilizada para copiar ou seguir o mesmo caminho do seu concorrente, mas sim para entender o que diferencia a sua empresa das demais, e como você quer mostrar isso para seu público.

Referências valiosas

Se o seu projeto demanda de criação gráfica, selecione suas maiores referências e anexe quando for responder um briefing. Mas não se limite ao seu segmento. As referências surgem de todas as áreas e ajudam (muito, acredite) na hora da concepção visual do projeto. Tudo isso ajuda o designer a criar um mood board completo que traduz o espírito da sua marca (fique ligado aqui que logo vamos falar sobre isso).

Por que é importante saber como responder um briefing?

No final das contas, quem sai ganhando com um bom briefing não é só você ou seu fornecedor. É o seu público, o seu cliente. Conte tudo o que você sabe sobre eles. Assim quem você estiver contratando vai saber quais decisões tomar e qual caminho seguir para conquistar e fidelizar seu público.

Os bons designers e profissionais da área já sabem que responder um briefing de forma excelente é aquele respondido com atenção e carinho. Tenha seu objetivo em mente, saiba o que você quer, para quem você quer divulgar e como pretende fazer. Este é o primeiro passo para você começar bem a comunicação do seu negócio. Agora é só aguardar os prazos e aprovar o job. 🙂

Related Articles

Responses

O seu endereço de e-mail não será publicado.