13 práticas de páginas do Facebook que trazem resultados

Conseguir resultados interessantes com o Facebook é uma dúvida que recebemos com frequência de empreendedores e que levam muitas empresas a investir tempo (e muitas vezes dinheiro) com ações que não trazem conversões interessantes para os seus negócios.

Compilamos uma lista de 13 boas práticas para as Fan Pages, para empreendedores que querem extrair o melhor da rede social de Mark Zuckerberg, que hoje possue 2 milhões de usuários ativos mensalmente, sendo disparada a maior rede social do mundo, tendo um market share de 18%, 7% a mais do que o segundo colocado, que é o WhatsApp (propriedade do Facebook). Vale também conferir um post que fizemos sobre as melhores redes sociais para empresas, com exemplos do que fazer em cada uma delas.

1) Criando conteúdos que engajam.

Ao criar atualizações para sua página, você precisa mirar para o engajamento de fãs como seu principal objetivo.
Publicar conteúdos generalistas e opiniões não receberão uma ótima resposta – mas publicar de uma forma que capte a atenção das pessoas e as motiva a tomar partido pode gerar resultados interessantes.

O que você pode publicar:

    • Perguntas que fujam do óbvio, nas quais as pessoas possam dar sua opinião;
    • Pedir sugestões, como temas de cursos, cores para seu produto ou modalidades de pagamento;
    • Fotos com perguntas.

2) Utilize os Ads como alavanca.

As pessoas gostam de reclamar sobre anúncios do Facebook – incluindo os próprios empresários. Mas os anúncios são uma parte vital do Facebook e eles devem ser uma parte vital da sua estratégia de marketing do Facebook.
Crescer de maneira completamente orgânica é possível, mas se feito com sabedoria, gastar um pouco nos anúncios pode te trazer excelentes resultados.
Claro que uma página se torna “viral” de vez em quando, mas os proprietários de páginas inteligentes investem dinheiro em anúncios para encontrar clientes qualificados e potenciais.

3) Tenha estratégia de conteúdo.

Espero que você não tenha começado seu negócio sem nenhum plano ou objetivos em mente. O mesmo vale para a sua estratégia de publicação no Facebook. Você DEVE ter um plano de postagem claro e simples – ou você está condenado a não ter resultados, a não ser por um milagre. Um plano não precisa ser incrivelmente denso e extenso.

Como esse plano deveria ser? Cada página é diferente e tem uma base de fãs única. Então, você precisará determinar:

      1. Qual tipo de identidade e tom que você gostaria que sua página tivesse;
      2. Qual conteúdo causa a melhor reação de potenciais clientes e fãs.

O que eu sei é que você deve tomar o tempo para planejar suas publicações com antecedência. Planeje quando a sua próxima venda ou promoção será e como suas postagens a comunicarão. Não basta publicar sobre isso no dia da venda e esperar uma enorme quantidade de engajamento e vendas.

Tenha um plano!

4) Seja humano.

Algo que tantos proprietários de páginas não conseguem fazer é o social, ou seja, ser humano. Sua página não precisa ser uma experiência chata e entediantes só porque é focada em negócios.
Contudo, a dosagem de quão humano você vai soar é importante ser medida, para não ser centrada demais na figura do proprietário ou simplesmente soar amador.

Tornando-o pessoal:

Qual postagem da página XYZ Burgers parece melhor e faz com que você queira se envolver?

      1. O especial de hoje é o Bacon Double Cheeseburger por R$5.
      2. Para hoje nós teremos este enorme Bacon Double Cheeseburger para o almoço! E são apenas 5 reais!

Entende a diferença?

Sendo humano:
Você não precisa necessariamente adicionar o seu nome ao fim das postagens, o que muitas empresas maiores fazem para ter uma prestação de contas dos social media managers, mas dá para responder aos comentários com empatia, gentileza e cordialidade, exatamente como você faria num atendimento ao vivo. Relacionar-se com seus clientes online já não é algo tão diferente quanto envolver-se no presencial, no que tange à tratativa.

5) Use hashtags de forma inteligente.

O uso de hashtags no Facebook é relativamente novo e as pessoas estão ainda tentando descobrir como utilizá-las. A nossa recomendação é usá-la e fazer testes A/B para ver como elas estão perfomando e quem está encontrando você nas pesquisas.
Algumas dicas de quando não utilizá-las:

      • Não use hashtags em todas as postagens;
      • Não use uma hashtag comum apenas para tentar aparecer nos resultados;
      • Não tenha palavras absurdas sem sentido – como #uhul ou #mara;
      • Não encha sua postagem com hashtags – 1 é suficiente!

6) Monitore os Insights.

Mais estatísticas para olhar. Sabemos, pode soar peso demais. Os insights e análises do Facebook fazem parte do enigma. Mas ao olhar para eles, é importante dar um passo atrás e ver o que eles realmente estão mostrando. Uma das ofertas mais importantes que se pode tirar delas é o que eles me contam sobre o conteúdo que estamos colocando.

Como proprietário de uma empresa, você precisa medir o desempenho de seus esforços de marketing – e é aí que o Insights ajuda. Felizmente, o Facebook fez melhorias recentes que tornam ainda mais fácil descobrir o que significam os diferentes números e gráficos. Um dos gráficos mais importantes mostra os tipos de posts que estão se destacando. Você pode olhar ainda os de maior destaque num período maior de tempo e entender quais mídias o seu público mais consome, se é em Reação, Comentários, Cliques, etc.

7) Publique fotos!

Vivemos em um mundo impulsionado por imagem e o Facebook não é diferente – especialmente quando as coisas se movem para o celular. As imagens chamam nossa atenção e são fáceis de consumir.
Você pode transmitir algo profundo e significativo através de uma atualização de texto, mas facilitar a absorção do conteúdo escrito com outros formatos de mídia pode te ajudar a alcançar mais pessoas. Infográficos são interessantes, frases curtas sobre o conteúdo principal ou objetos que expliquem a sua oferta. Lembre-se que as pessoas vão passar rápido por esses conteúdos, então preocupe-se com tamanho de fonte e se é chamativo.
As fotos devem ser parte integrante da sua estratégia de publicação, ainda mais que a taxa de engajamento nas fotos é mais alta.

8) Crie competições e sorteios.

As pessoas adoram o prospecto de ganhar coisas e participar de competições. Algumas das campanhas de marketing mais bem sucedidas feitas pelas páginas do Facebook são através de concursos. Os concursos do Facebook podem gerar um enorme crescimento de fãs durante um curto período de tempo e podem causar um enorme impacto na sua página do Facebook.

A RazoSocial entrevistou 12 das principais empresas de aplicativos do Facebook que permitem realizar concursos em sua página – lembre-se: o Facebook possui algumas exigências em relação aos concursos (descubra mais regras aqui).

Você notará que cada concurso que a Razorsocial cita é personalizado precisamente para os fãs alvo da página – e não está apenas oferecendo um iPad grátis!

Eles fazem outro grande ponto digno de menção, numa tradução livre:

Se as competições do Facebook forem executadas corretamente com boas aplicações e forem promovidas de forma suficiente, elas podem ser extremamente úteis para a sua página do Facebook.

9) Tenha uma foto de perfil distinta.

A imagem do perfil da sua página é facilmente a sua foto mais importante no Facebook. É a primeira coisa que os fãs (e outros usuários) verão no feed de notícias quando você se comunica com eles. Isso pode soar óbvio, mas vamos a duas recomendações práticas:

      1. Não coloque informação demais, como telefone, anúncios, frases, slogans. Lembre-se, a imagem que aparece no feed é pequena.
      2. Use cores e contrastes. Uma foto com muito branco pode passar despercebido na timeline dos usuários.

10) Usando a capa.

A foto de capa é a sua segunda melhor chance de fazer uma boa impressão nos futuros fãs e potenciais clientes. Recentemente o Facebook também permite o uso de vídeos.
Então, certifique-se de usar uma imagem que fala sobre sua marca – mas não exagere. Evite imagens e fotografias de baixa qualidade – e não use muito texto. É interessante ainda você alterar conforme promoções e novidades que vão surgindo na sua empresa.

11) Usando guias e apps.

Do lado esquerdo da sua página, você verá que existem guias e os apps que sua página utiliza para gerenciar o conteúdo – seus usuários podem ver. Funciona quase como um menu de navegação para que seu fã possa escolher qual conteúdo ele quer ver.
Dê uma olhadinha no que está aparecendo na sua página e o que você deve e pode adaptar para casar mais com seu estilo e o que sua marca prega. Aqui está a seção do Facebook dedicada às dúvidas sobre guias e apps.

12) Complete a seção “Sobre”.

Essa seção é aquela que os visitantes irão para entender melhor quais são as ofertas que sua empresa tem. Ela tem que se manter atualizada para não frustrar expectativas. É muito comum que você deixe de oferecer algum serviço ou remover produtos e esquecer de atualizar essa seção. Ela também é importante para informações de contato e comunicar qual é o “Por quê” de seu negócio.

13) Lembre-se o motivo pelo qual as pessoas acessam o Facebook.

Isso vai levar você a repensar por que você também entrou no Facebook: e não foi para receber promoções. Provavelmente ficar a par de novidades, sim, mas não de uma maneira intrusiva. Pense sempre no seu cliente, no que ele está esperando e como você pode fazer parte do seu dia-a-dia, trazendo algo de útil, interessante ou divertido. Existe muita coisa por aí sobre boas práticas, mas o melhor seria mesmo trocar experiências com outros empreendedores que têm utilizado essa rede social para trazer resultados para o seu negócio.

Related Articles

Responses

O seu endereço de e-mail não será publicado.