Como começar um bom texto: passo a passo

dicas-para-escrever-um-bom-texto

Ficar durante horas diante do computador, com o cursor piscando, piscando, piscando… E nada. Quem nunca? Começar um bom texto nem sempre é uma tarefa fácil. Temos todas as ideias, temos conteúdo, temos um prazo a cumprir – geralmente bem apertado – mas temos também esse início de escrita para enfrentar. Pensando nessa dificuldade, elaboramos dicas para que você pule rapidinho essa etapa de sofrimento e vá direto para o filé mignon da sua escrita sem perder muito tempo!

Eu consigo identificar, geralmente, dois problemas que as pessoas enfrentam ao começar um texto: eles podem acontecer na hora de tirar as ideias da cabeça e colocá-las no papel ou na hora de dar o “start” mesmo na escrita. Aqui vão dicas para ajudar a resolver as duas coisas!

Primeira parte: tire as ideias da cabeça e coloque no papel

tire-as-ideias-da-cabeça

Dica número 01: Pense sobre o que você sabe a respeito

Essa é a primeira pergunta que todo mundo deve fazer a si mesmo se está com dificuldade de escrever. Às vezes não fazemos isso porque ficamos frustrados por tomar consciência de que não conhecemos tanto o assunto quanto gostaríamos ou deveríamos. Contudo, o domínio do conteúdo é fundamental para que sua escrita seja clara e honesta para com o seu leitor. Então não tenha medo de fazer essa autoanálise e perceber que é importante pesquisar mais sobre o assunto, dar uma olhada novamente nas últimas publicações sobre o tema, redigir fichamentos do que já leu. Pense que lançar esse olhar para si antes de começar é muito melhor do que chegar ao final do processo e perceber um texto mal escrito.

Dica número 02: Faça um organograma para saber por onde o texto vai caminhar

Depois de dominado o conteúdo, é possível pensar na estrutura de seu texto como um todo. Geralmente os problemas com o início de um texto acontecem justamente pela falta de uma visão mais global, mais panorâmica dele. Digo isso porque geralmente quando não se sabe por onde começar, também não se sabe como continuar. E assim, o texto fica meio “à deriva”, seguindo um fluxo que pode vir de ideias que nem sempre estão organizadas.

Esse problema pode ser resolvido ao elaborar o que eu chamo de “organograma de ideias” de um texto. Ele deve seguir uma estrutura de raciocínio bem clara e completa, e não ser somente um “agregado de ideias” que vieram na mesma ordem do que os seus pensamentos na hora de escrever. Eu, por exemplo, criei esse organograma aqui pra escrever esse texto pra vocês:

organograma-para-esse-texto

Segunda parte: mão na massa!

Ok. Já sabemos qual é a ideia principal e por onde podemos começar a “atacar” nosso texto. A primeira frase pode ser uma ótima mola propulsora pra você “engatar a primeira” e taaan tan taaaaan (música do Ayrton Senna de fundo), só vai! Então aqui vão algumas dicas e exemplos que podem te ajudar:

foco

Afirmação:

Um ótimo começo é fazer uma (ou várias) afirmação sobre o tema principal. Olha só:

Uma afirmação:
A crise financeira assola toda a população brasileira. Levantamentos econômicos apontam que…

Várias afirmações:
Noite do dia 22 de agosto. Jovens em uma balada conhecida de Curitiba. Bebidas, risadas, amigos. Tudo para ser um cenário completamente oposto da tragédia anunciada nos jornais no último final de semana.

Pergunta

Outro jeito de começar é lançar um questionamento sobre o tema. Geralmente perguntas são um bom caminho para criar empatia com o leitor. Você pode fazer uma pergunta que se refira a um problema que ele esteja enfrentando, ou sobre uma dúvida que ele pode ter também, olha só:

Já sabe o que vai fazer no feriado? O post do blog da Aldeia traz várias dicas para você não ficar sem fazer nada e aproveitar muito seus dias de folga.

Você já viu aquelas criaturinhas amarelas, com uns óculos gigantes e que falam uma língua muito esquisita e engraçada? Os minions têm feito muito sucesso, inclusive para além das telas do cinema.

Apresentar pontos de vista diferentes

Para começar textos que apresentarão embate entre opiniões, pontos de vista distintos, um caminho possível é inicia-lo com duas frases que apresentem brevemente quais são os dois pontos a serem trabalhados:

De um lado, professores lutando por melhores condições de trabalho. De outro, ajustes fiscais severos por conta da crise que assola o país.

Dica bônus

golden-ticket-para-um-bom-texto

Para finalizar, a dica bônus, para você guardar no coração com muuuuuito amor, carinho, alegria, emoção, etc.: Um texto sempre é escrito para o leitor. Parece bobo, mas geralmente nos esquecemos de pensar que escrevemos um texto não para nós, mas para os outros. A finalidade do seu texto não é somente contar o que você sabe, mas ser acessível para todos. E pensar nisso é lindo, porque nossa escrita só faz sentido quando alcança o outro, né, gente?

Agora que você já sabe por onde começar, dá só uma olhada nessas dicas para escrever ainda melhor.

Related Articles

Responses

  1. Parabéns!! Muito interessante o texto. Sabemos como é difícil “cativar” o público com um texto e ter uma iniciação de fato boa, é algo que um leitor costuma levar em consideração, sem ter aquela vontade de pular linhas com o intuito de encontrar somente o que interessa a ele.

    1. Exatamente, Marcelo! Hoje a gente sabe que bom conteúdo é interessante do início ao fim. E o começo já dá bons sinais de como o texto vai caminhar, sendo ele bom ou ruim. Por isso, o importante é caprichar para começar om o pé direito sempre! 😉