O que é Copywriting: o guia completo para ser um Copywriter profissional

Gosta de vendas e ama escrever? Então, deixa eu te perguntar outra coisa: você gostaria de chegar a ganhar 20 mil por mês para criar conteúdos persuasivos para vendas? Pois, copywriting é isso.

É fato que, na internet, o conteúdo é rei. Por isso, as empresas estão investindo em profissionais que dominem a escrita para gerar textos persuasivos.

Esse profissional é o Copywriter, que é capaz de alinhar um texto bem escrito com técnicas de vendas para gerar resultados às empresas.

Então, quer saber mais sobre a área e como se tornar um profissional de Copywriting? Então, vem com a gente que vamos te mostrar tudo!

Navegue pelo conteúdo:

 

Copywriting: o que é?

Paulo Maccedo, autor best-seller e reconhecido como Mentor dos Copywriters, define a área como o método capaz de conectar o produto a um público e levá-lo à uma ação.

Logo, Copywriting representa a produção de textos persuasivos, como conteúdos de e-mail marketing, landing pages, anúncios, cartas de vendas, entre outros meios. 

Assim, o Copywriter é o responsável por escrever o texto que faça o leitor a tomar alguma ação, também apelidado de “Copy”.

O propósito da copy é convencer o público-alvo a fazer alguma coisa. Seja comprar um livro, assinatura de um curso ou adquirir o novo carro da marca X. Enfim, sempre que escrevemos buscamos atingir algum objetivo.

Ademais, as origens do Copywriting são de 1870, quando o publicitário John Emory Power utilizou textos persuasivos e linguagem coloquial para anúncios. Além disso, John é reconhecido como o primeiro copywriter da história.

Nesse sentido, o Copywriting no Marketing de Conteúdo e Vendas busca levar o visitante a tomar uma ação, que podemos classificar em duas:

  • Direta: aquisição de um produto ou serviço, por exemplo, comprar um brinquedo;
  • Indireta: entrega de um conteúdo, ideia ou demonstração, como o download de um eBook.

Para tanto, o Copywriter utiliza as palavras de modo estratégico para vender mais e melhor, utilizando de técnicas persuasivas, gatilhos mentais e storytelling.

Ademais, Maccedo ilustra o impacto do Copywriting ao descrever que uma página de um site que gera 1 venda para cada 100 visitantes, com ajuda do Copywriter, será capaz de fazer com que 5 comprem. Ou seja, ter um retorno 5x maior.

Por isso, segundo a plataforma Trampo.co, as vagas para Copywriter cresceram 143% em 2020

Isso se deve ao fato que um texto envolvente e com capacidade de persuadir vende mais com menos investimentos — portanto, as empresas precisam cada vez mais de bons copywriters.

 

Diferenças entre Copywriting e Redação Publicitária

Há muita confusão entre a função de um redator publicitário e o copywriter. Afinal, os dois não estão com o mesmo objetivo: vender?

O redator publicitário não busca, necessariamente, a venda instantânea. Desse modo, ele vai além da escrita de textos persuasivos e que vendem.

Logo, esse profissional se preocupa em toda a comunicação de promoção de um produto/marca/serviço. Desta forma, ele cria todo o conceito criativo — também conhecido como branding.

Enquanto isso, o copywriter foca no marketing direto. Como diz Rafael Albertoni, fundador da SBCopy, “sua comunicação [do copywriter] é extremamente persuasiva e deve gerar resultados imediatos que possam ser mensurados”.

Portanto, uma empresa deverá escolher entre um redator publicitário ou copywriter com base no seu objetivo:

  • Desenvolver sua marca: redator publicitário;
  • Aumentar faturamento e vendas: copywriter.

Assim, podemos encontrar a redação publicitária em propagandas de TV, outdoors, anúncios e outros. Como o abaixo, veja a genialidade de comunicação para uma campanha de doação de sangue:

Exemplo de peça publicitária.
Fonte: Agencia Criativamente

 

Agora, pensando na atuação do copywriter, podemos pensar nos textos para Landing pages. Veja o exemplo abaixo da Crescimentum que a ação esperada é o visitante fazer a inscrição no evento:

Exemplo de copywriting para landing page

 

Veja a diferença de objetivos. No primeiro exemplo, é uma campanha de conscientização. Ou seja, levar as pessoas a se conscientizarem da importância da doação — poderia ser fazer as pessoas conhecerem uma marca.

Porém, não há como mensurar realmente os resultados da campanha. Logo, ela tem papel fundamental quando queremos desenvolver uma marca, fazê-la ser conhecida.

Ademais, a redação publicitária não busca, obrigatoriamente, fazer a pessoa tomar uma ação naquele momento. No exemplo, há apenas o texto “você pode ser o super-herói de alguém”.

Enquanto isso, no segundo exemplo, a Landing Page da Crescimentum tem um objetivo claro: fazer você se cadastrar na lista de espera. Aliás, o resultado pode ser mensurado através das ferramentas de Analytics.

Portanto, o Copywriting é a criação do texto desta página com diversas técnicas persuasivas e de gatilhos mentais para fazer, nesse exemplo, o visitante se inscrever na lista de espera.

Diferença entre copywriter e redator publicitário.

 

Copywriter: o que faz? Como é seu dia-a-dia?

Em geral, o Copywriting é uma parte do time de Marketing. Dessa forma, você terá que pegar um produto/serviço cheio de características e transformar isso em um texto que as pessoas queiram ler e compreendam bem.

Confira abaixo como pode ser sua rotina como copywriter:

A rotina de um profissional de copywriting.

 

Portanto, tudo começa com a pesquisa. Isto é, conhecer a Persona, o seu leitor. Pode parecer uma etapa tranquila, mas isso demanda muito estudo.

De fato, para entender a Persona você terá que fazer pesquisas de mercado, entrevistas, estudar sobre psicologia e muito mais. Tudo isso para você conseguir definir a melhor estratégia de copywriting.

Ademais, esse é o momento de entender tudo sobre o produto/serviço e marca da empresa. É necessário conhecer a fundo o negócio e o produto para conseguir criar um texto que gera conexão e resultados.

Por isso, o estudo é uma prática constante e muito presente no seu dia a dia. O repertório extenso é uma ferramenta essencial para qualquer Copywriter.

Assim, você estará pesquisando e estudando sobre psicologia, storytelling, técnicas de escrita, analisando copies de outros profissionais que deram certo, entre outros.

Testes também são fundamentais no copywriting. Desse modo, o texto passa por várias etapas de revisão e até testes com um grupo controlado para avaliar os resultados.

Ademais, é importante ressaltar que o Copywriting não se resume a Landing Page e cartas de vendas. Logo, podemos ver o Copywriter atuando em certas etapas do Marketing de Conteúdo e durante todo o funil de vendas.             

Lembrando que, o copywriting não acontece de forma isolada. Para entender o produto, o público, o negócio, você precisará ter diversas reuniões com vários membros da empresa.

Assim, há reuniões com gerentes de produtos, pessoal do marketing, design, comercial, entre outros.

Ademais, não é um trabalho isolado. É muito comum que você vá trabalhar em conjunto com um designer e/ou programador de sites. Afinal, o conteúdo e o layout da página precisam casar para ter o melhor resultado.

 

Ferramentas que você usará no dia a dia

Ferramentas do copywriter.

 

Google Drive

Com certeza as ferramentas do Google estarão muito presentes em seu dia. Afinal, é possível trabalhar de forma colaborativa e, em grande parte, são gratuitas.

Dependendo da empresa pode haver o uso do Microsoft Office. Contudo, como o Drive é gratuito, online e permite colaboração de forma simples ele acaba sendo o mais comum. 

Porém, não menospreze o conhecimento em Word e Excel.

Google Forms

Outra ferramenta do Google que também é gratuita! O Forms permite que sejam criados formulários e questionários.

Essa ferramenta é importante para a fase de pesquisa. Isso porque você terá que criar questionários para descobrir mais informações sobre sua audiência e criar um texto que cause mais impacto.

Evernote 

Esse aplicativo tem sua versão gratuita e paga, sendo o principal quando se trata de app para anotações.

O Evernote possui diversas funcionalidades que podem te ajudar no processo de copywriting. Por exemplo, você pode:

  • Salvar uma página da web que você achou super interessante e pode servir de ideia;
  • Fazer os resumos dos livros que você for lendo;
  • Anotações de aulas de cursos; e muito mais.

Algo que é muito importante para o seu dia a dia como Copywriter é conseguir achar suas referências o mais rápido possível. E o Evernote te possibilita isso.

Dicionário de Sinônimos

Pode parecer estranho, mas é algo fundamental no Copywriting. Saber sinônimos de palavras é algo fundamental para um bom texto.

Nesse sentido, Rafael Albertoni enfatiza que “ler um texto com palavras repetidas pode ser muito cansativo”. Contudo, nem sempre sabemos ou lembramos todos os sinônimos de todas palavras.

Um dos principais sites que podemos utilizar é o Sinonimos.com. Rafael também dá a dica de usarmos um Word Counter.

Essa ferramenta permite analisar quantas vezes cada palavra foi utilizada. Desta maneira, conseguimos evitar a repetição. No Google há vários sites que fazem isso, recomendo esses dois que são gratuitos:

Ferramentas de Marketing

Cada empresa utiliza uma ferramenta para automatizar suas ações de Marketing. De todo modo, a principal coisa que você precisa aprender é e-mail marketing.

A maioria das oportunidades de copywriting irá pedir que você conheça essas ferramentas. Automação de marketing também é importante, como para publicar copies em redes sociais.

São vários softwares disponíveis no mercado, como:

  • MailChimp
  • HubSpot
  • RD Station
  • KlickMail
  • Mailee
  • E-goi 
  • ExactTarget – SalesForce

Essas são as principais utilizadas pelas empresas. Então, aconselho dar uma pesquisa sobre como elas funcionam.

Dessa forma, quando te perguntarem se você conhece tal software, não ficará boiando achando que o entrevistador está falando grego.

Enfim, não esqueça que só aprender ferramentas te fará ter sucesso como copywriter. Por isso, é preciso que você:

  • Seja disciplinado para estudar;
  • Ser extremamente curioso sobre tudo;
  • Desenvolver a criatividade para encontrar formas diferentes de impactar o leitor;
  • Ter autonomia e ser ágil nas entregas;
  • Desenvolver a habilidade de síntese;

 

Como é aplicado o Copywriting?

Copywriting se apoia em diversas técnicas e gatilhos mentais para atingir um resultado específico.

Dessa forma, toda copy precisa considerar os seguintes aspectos:

  1. Persona: saber com quem o texto irá falar;
  2. Comunicação: qual é a abordagem, o tom de voz e linguagem que serão adotadas;
  3. Títulos de impacto: sem um título que atraia a atenção, a pessoa dificilmente continua lendo o texto;
  4. Conexão: é preciso descobrir elementos que criem conexão com o leitor. Por exemplo, trazer situações do cotidiano dela, assim a pessoa sente que o texto foi escrito especificamente para ela;
  5. Verbos de ação: organizar o texto de forma que haja uso predominante dos verbos no imperativo. Dessa maneira, o leitor se sentirá compelido a tomar alguma ação;
  6. Comparações: analogias e metáforas são fortes mecanismos para esclarecer ideias, demonstrar valor e as vantagens;
  7. Credibilidade: uso de citações, dados e pesquisas para corroborar seus argumentos e aumentar o nível de confiança no que você diz;
  8. Quebrar objeções: como copywriter você terá que descobrir quais objeções a pessoa irá ter ao ler seu texto. Com isso, já se antecipar e quebrá-las no próprio conteúdo;
  9. Gatilhos mentais: como reciprocidade, prova social, afeição, autoridade, coerência e escassez. Tudo isso em conjunto dentro do copywriting levam as pessoas serem persuadidas e tomarem a ação desejada.
  10. Storytelling: todo mundo gosta de uma boa história. Há diversas técnicas para envolver a pessoa no texto e fazê-la vivenciar a informação.
  11. Coloquial: escrever como você fala. Desse modo, o texto fica mais leve, natural e gostoso de se ler.
  12. Foco: é preciso de cuidado e não sair do foco de sua copy. Isto é, dar ênfase ao tópico principal.

Tudo isso é aplicado dentro do Copywriting de forma simultânea. E você será a pessoa capaz de utilizar todas essas técnicas e outras referências para gerar o melhor texto.

Mas, lembre-se, isso não acontece de hora para outra. Por isso, estudar diariamente é fundamental. Logo, se quer ser capaz de usar tudo isso no texto e trazer resultado, o curso de copywriting da Aldeia irá te guiar.

Como o copywriting é aplicado.
Foto por Pexels.

Etapas de implementação da estratégia

Um projeto de Copywriting precisa passar por várias etapas, sendo as mais comuns:

  • Planejamento: estudo de persona, oferta, canais, estratégia de comunicação, objetivos e desenvolver o funil de vendas;
  • Escrita: criação de todo o conteúdo escrito de forma original e de impacto, buscando gerar os resultados esperados;
  • Otimização: para obter melhores resultados as páginas precisam ser otimizadas para os mecanismos de busca e melhorar a experiência do usuário;
  • Análise: não podemos ser ingênuos e pensar que ao lançarmos a campanha tudo está perfeito. Avaliar dados também estará na sua rotina para identificar pontos de melhoria em suas copies.

Nesse sentido, uma estrutura comum para uma boa copy é composta por 4 elementos:

  1. Atenção: uma frase impacto que chame a atenção do usuário
  2. Problema: falar do problema da pessoa, como “empresa X está com problemas em atendimento ao cliente”
  3. Solução: descrever como essa “empresa X” resolve o problema, por exemplo “precisa de uma plataforma de serviço ao cliente”.
  4. Oferta: apresentar sua oferta, no sentido de falar “nós somos uma plataforma de atendimento ao cliente, clique aqui para conhecer”

 

Vagas Copywriting: há espaço no mercado para Copywriters?

Mercado de trabalho para copywriting.
Foto por Pexels.

Sem uma boa copy o negócio pode até ter vendas razoáveis. Mas, as empresas precisam de você para atingir o faturamento tão desejado.

No mundo de lançamentos digitais, os negócios precisam de profissionais capacitados para criarem o texto perfeito que fará o 6 em 7 — jargão utilizado para falar de lançamentos que faturam R$ 100 mil em 7 dias.

A pesquisa Global de Entretenimento e Mídia 2017-2021 mostrou que o investimento em mídias digitais crescerá 12% até 2021. Esse crescimento supera os valores de qualquer outro meio de publicidade.

Ademais, lembra que te falei que você como copywriter está em todas etapas do Funil de Venda? Então, reforço aqui que sua relação com Inbound Marketing é forte. No caso, você entra em ação quando o assunto é converter o lead.

E veja que dado interessante: uma pesquisa da mLabs descobriu que 63% dos entrevistados pretendem investir mais no Inbound marketing. Há outros 10% que vão começar a adotar a estratégia neste ano.

 

Gráfico de metodologias do marketing mais usadas

 

Ou seja, tem muito mercado e nesse ano ele vai crescer ainda mais. Por conta da pandemia, o crescimento do comércio eletrônico alavancou com força. 

De fato, nesse período as vendas virtuais aumentaram quase 70%, batendo a marca de 105,6 bilhões de pedidos, segundo a Abcomm

A Associação também observou que 135 mil lojas adotaram o e-commerce para continuarem vendendo.

Isto é, a internet possibilitou que os negócios expandissem as vendas e sobrevivessem. Contudo, a concorrência é maior agora é maior — agora a loja tá competindo em um mercado nacional e internacional. 

Por isso, cada vez mais será necessário um bom copywriting. Afinal, somente com um texto persuasivo e de qualidade para destacar um produto nesse mar de ofertas.

Ademais, Paulo Maccedo explica que há três tipos de profissionais, ou caminhos, de copywriting que você pode escolher:

  • Copywriter de agência: trabalhar para uma agência, tendo um salário fixo e sendo exposto a um ambiente super criativo e a vários projetos;
  • Copywriter corporativo: fará copywriting exclusivamente para uma única empresa e sendo responsável por toda copy dela, também com salário fixo;
  • Freelancer ou autônomo: trabalhar diretamente com clientes, podendo ter negócio próprio. Aqui seu ganho será variável (podendo ganhar muito) e você precisará lidar também com todos os processos administrativos e prospecção de clientes.

 

O Mercado de Copy está saturado?

Marcelo Braggion assegura que o mercado não está saturado. O especialista afirma que, apesar do enorme número de profissionais entrando, ainda não há copywriters experientes o suficiente

Ou seja, mesmo que haja muito profissional se dizendo Copywriter, não quer dizer que são todos especializados. Como sabemos que você, caro leitor, é um profissional dedicado e acima da média que terá nosso curso no currículo, não se preocupe.

Além do mais, segundo uma pesquisa da Neotrust, o mercado digital ganhou 5,7 milhões de novos consumidores em 2020. 

Ou seja, mais pessoas que as empresas querem conquistar e, esses negócios, precisam da sua ajuda para isso.

Quer conhecer as oportunidades para você? Conheça nossa plataforma SPTF

Ela é a iniciativa da Aldeia em mapear as melhores vagas da Nova Economia para você iniciar a carreira dos sonhos.

 

Vagas para copywriters.

 

Salários de Copywriter: Quanto ganha um profissional em 2021

Com base nos relatórios da Glassdoor, essa é a média salarial:

  • Salário Copywriter Junior: R$ 2.498,00
  • Salário Copywriter Pleno: R$ 4.651,00
  • Salário Copywriter Senior: R$ 20.000,00

Salários de copywriting em 2021

 

20 mil por mês com copywriting! Se você não estava convencido dessa carreira, acho que não restou mais dúvidas, não é?

Acredito que esse seja um dado que mostre como essa área é valorizada pelas empresas. Afinal, para ter sucesso na internet precisa de um bom texto para fazer as pessoas comprarem.

Digo isso, pois, se não fosse uma área de grande impacto nos resultados, não seriam tão bem remunerados. Claro que você pode trabalhar como freelancer e ganhar ainda mais — porém, é muito mais instável e arriscado.

 

Transição de Carreira: quero ir para Copywriting, é possível?

Transição de carreira para copywriting
Foto por Pexels.

Talvez você esteja pensando “eu já me formei e estou em uma área totalmente diferente, mas quero ir para Copywriting, o que eu faço!?” Calma. E se eu te disser que a transição é totalmente possível?

Veja o caso de Igor Castanho, que hoje é o coordenador de Marketing na Olist. Sua carreira até 2016 foi de jornalista. 

“Ah, mas de jornalista para copywriter é dois pulinhos”. Se você tiver prestado atenção nesse texto, já saberá que não é. Afinal, não é porque você sabe escrever bem, que será um bom vendedor.

Aliás, recomendo os seguintes conteúdos para você melhorar sua prática de vendas:

Vamos então pegar outro exemplo: Fernando Maia, que é hoje o Head of Growth na Valore Investimentos. Contudo, sua jornada começou em áreas administrativas, como Departamento Pessoal e depois nas Forças Armadas, onde ficou por 6 anos.

Não está convencido(a)? Sabe o Marcelo Braggion que comentei? Hoje ele é Copywriter Chefe de uma das principais empresas de lançamentos digitais, a MR Lançamentos. 

Contudo, ele passou 9 anos sendo ferramenteiro de bancada na Volkswagen. Depois passou 8 anos como Coordenador Geral na Instituição Toca de Assis.

Apenas em 2011 que iniciou um caminho próximo do copywriting, como redator publicitário. Mas, o trabalho como copywriter viria apenas em 2014.

Marcelo é um grande exemplo de que é possível sair de um caminho totalmente diferente e chegar no Copywriting. Bem como é um exemplo contra o argumento “estou velho demais para mudar de carreira”.

Como esses três exemplos conseguiram fazer a transição de carreira? Cursos, muito estudo e escrever todo dia.

Por isso, vamos dedicar os próximos tópicos para te ajudar a dar os primeiros passos.

 

Como se tornar um copywriter: dicas para quem não tem portfólio e experiência

Como ser um copywriter profissional
Foto por Unsplash

Rafael Albertoni, o fundador da SBCopy, apresenta 6 etapas importantes para você entrar nessa carreira:

1. Desenvolva sua habilidade de vendas

Albertoni enfatiza que uma empresa irá contratar avaliando se você entende sobre vendas. Por exemplo, se conhece sobre comportamento do consumidor, o que faz ele querer comprar, entre outros aspectos.

Por isso, o especialista recomenda estudar bem técnicas de vendas e o comportamento do consumidor. Dessa maneira, adquirimos um repertório poderoso de artifícios para fazer seus textos venderem mais.

2. Leia muito e não só sobre copywriting

Complementando o ponto anterior, Rafael diz que é essencial ler além do copywriting. Obviamente, no começo vá primeiro nos livros específicos.

Contudo, para ter resultados mais consistentes é preciso ler de tudo, como conteúdos “que são sobre como funciona a cabeça do ser humano na hora de comprar e tomar decisões”, afirma o especialista.

3. Quer ir rápido? Encontre um bom curso

Ler é fundamental, mas se você quer ser um profissional o quanto antes, escolha um bom curso.

De fato, aprender sozinho é totalmente possível. Porém, com o curso certo você consegue ter o resultado que você levaria vários meses.

Logo menos te daremos uma super dica sobre isso. 

4. Consuma o máximo de material de vendas de outras pessoas

Rafael Albertoni diz que para você desenvolver sua habilidade de copywriting é preciso consumir muito material de outros profissionais.

Dessa forma, você começa a entender melhor a estrutura de um texto que vende muito. Por isso, busque estar sempre analisando e estudando aquelas copies que estão tendo ótimos resultados.

5. E para conseguir clientes/trabalho? Crie um case!

Marcelo Braggion é bem direto nesse ponto: “se você não conseguiu criar uma Copy para se vender, temos um problema ai”.

Por isso, é importante você buscar criar uma carta de vendas e caprichar na sua apresentação nas vagas.

Albertoni indica até criar um material de vendas para alguém, podendo ser de graça, e que dê resultado. 

Também é possível que você seja o case de sucesso. Isto é, criando um infoproduto e colocando para vender. 

“Testa, faz várias vezes. Até você ter um case que mostre ‘olha esse cara aqui faturou 50 mil em 7 dias com o material de vendas que eu fiz’”, detalha Rafael.

 

Como aprender Copywriting

Como aprender copywriting
Foto por Unsplash

Aprender sobre Copywriting precisa ser algo bem mão na massa combinando com muito estudo.

Isso porque para conseguir escrever persuasivos é preciso sempre treinar e aprender novas técnicas. Ou seja, não adianta ler todos os livros se você não escrever uma carta de vendas sequer.

Pode ser um processo lento, de várias horas de leitura, vídeos, palestras e vários rascunhos. Contudo, se quer ir mais rápido, um curso pode te acelerar.

Principalmente para quem está buscando entrar na carreira de Copywriter, passar por um treinamento de qualidade ajuda e muito a ser selecionado.

De todo modo, você precisa aprender:

  • As técnicas de persuasão;
  • Gatilhos mentais e storytelling;
  • Teorias de copywriting;
  • E-mail marketing;
  • Dominar o português;
  • Marketing Digital.

São tantas informações que pode ser bem complicado avançar na carreira rapidamente sozinho. Por isso, conte com ajuda de copywriters profissionais para te ajudar a ir mais rápido e pelo caminho certo.

Ademais, não esqueça de estar sempre consumindo material da sua área. Seja por podcast, como Podcast das Vendas Online e o MR Cast, palestras no YouTube, livros e muito mais.

 

Cursos de Copywriting

Cursos de copywriting
Foto por Pexels

Como mencionei antes, se você quer adquirir uma nova habilidade rapidamente, você precisa de um curso.

Afinal, é melhor contar com alguém com vasta experiência e conhecimento para te ajudar de forma estruturada e sem distrações.

Contudo, para evitar os cursos dos chamados “gurus”, Marcelo dá a dica: “olhe para o resultado da pessoa”. E aqui no curso de Copywriting da Aldeia você encontra professores que dão resultados diariamente!

Seus professores do curso são profissionais de empresas como PicPay, BuzzFeed e Olist — o Copywriting corre na veia deles.

Aliás, o conteúdo também é exatamente o que você está precisando para entrar com tudo na carreira de copywriter. Conosco você aprende:

  • O mercado de copywriting;
  • Essencial da profissão: saiba os segredos para entender do assunto;
  • Aprenda as teorias e termos que você precisa saber de cor e salteado;
  • Ferramentas e técnicas práticas;
  • Como encontrar trabalho, montar seu portfólio e arrasar no mercado.

Então, não perca tempo e se inscreva aqui.

Ah, já sei, você gosta de aula presencial né? Sem problemas! Lembra que te falei que o copywriter também atua em conjunto no Marketing de Conteúdo?

Então, nosso curso de Copywriting e Marketing de Conteúdo em Curitiba é para você! Aqui você aprende a criar estratégias para produzir textos e materiais ricos para atrair o público e multiplicar os resultados.

 

Livros para Copywriters

Livros de copywriting
Foto por Pexels

Copywriting: o método centenário de escrita mais cobiçado do mercado americano — Paulo Maccedo

Esse é um livro denso e aprofundado, para servir como seu guia nos textos persuasivos.

Paulo Maccedo navega entre fatos históricos e escolas do copywriting, quanto explica as técnicas. Assim, a leitura é super agradável e contém muitos exemplos e cases de sucesso.

Aliás, Maccedo possui diversos livros na área, que você pode conferir todos aqui.

A fórmula do lançamento — Jeff Walker

A bíblia do marketing digital. Jeff Walker desenvolveu um método que ajudou muitos a faturar milhões na internet. 

Não é sobre copywriting em si, contudo você estará sempre atuando em lançamentos. Por isso, os conhecimentos desse livro são fundamentais para qualquer profissional que atue no mercado digital.

Previsivelmente irracional — Dan Ariely

Indicação de Rafael Albertoni: “essa é uma leitura essencial para quem quer saber mais sobre como funciona a nossa mente diante da comunicação e do marketing”.

A ideia do livro é que tudo é previsto pela comunicação e que nada é racional. Contrariando a ideia de que estamos escolhendo o que compramos.

O Poder do Hábito — Charles Duhigg

Um livro essencial para pensarmos sobre por que nós compramos alguma coisa?

Assim, ssa obra de Charles Duhigg, temos insights sobre como lidar com os hábitos da sociedade para gerar mais interesse e aplicar melhor as técnicas de persuasão.

 

Perfis de Copywriters famosos que você deve seguir

Perfis de copywriters para seguir
Foto por Freepik

Acompanhar o mercado e aprender com profissionais é uma ótima maneira de estar sempre atualizado. Então, confira nossa lista de perfis para você seguir:

Henry Mandelbaum: Head of Copy na PicPay, mas possui experiência de mais de 10 anos com grandes marcas em Portugal e no Brasil.

Camila Sá: atualmente Camila gerencia projetos editoriais do BuzzFeed Brasil, além de ser uma das cocriadoras do BuzzFeed Vozes. 

Beatriz Avallone: copywriter na Olist, possui mais de 10 anos no mercado de conteúdo para web.

Rafael Albertoni: ele é fundador da SBCopy, uma das maiores instituições de copywriting no Brasil. 

Paulo Maccedo: auto best seller e um grande professor de copywriting. Em seu blog você encontra muito conteúdo sobre a área.

Marcelo Braggion: copywriter chefe da MR Lançamento, Marcelo costuma ser bem direto em seus conteúdos. No canal da MR você encontra diversos trechos de palestra e seu podcast

 

Eventos de Copywriting: não perca esses.

Eventos de copywriting em 2021
Foto por Unsplash

Copywriting Conference (CopyCon) — 26 de março de 2021

A principal conferência internacional da área, CopyCon, deste ano, acontecerá em 26 de março. 

Você terá oportunidades de networking, sessões de perguntas e respostas e muito mais.

KopyFest — 18 de setembro 2021

A KopyFest é o principal evento de copywriting no Brasil e você não pode perder esse. Ele acontecerá em São Paulo e será uma imersão de 12 horas na arte da escrita persuasiva.

RD Summit

Ainda não há data e local confirmados por conta da pandemia. Contudo, no site você pode já fazer seu cadastro para ser notificado.

O RD Summit é um dos maiores eventos sobre Marketing e Vendas, com grandes nomes dando palestras e grandes oportunidades de networking.

 

Comunidades e grupos de Copywriting: quais as principais?

Comunidades de copywriting
Foto por Unsplash

Estar em contato com outros profissionais é uma boa maneira para aprender novas técnicas e compartilhar experiência. Por isso, conheça os dois grupos mais ativos para você participar:

  • Advertising Copywriting: são mais de 115 mil integrantes apaixonados por copy nesse grupo do LinkedIn.
  • Copywriting Brasil: para quem prefere o Facebook, esse grupo brasileiro possui mais de 19 mil copywriters trocando experiências. 
  • Copywriting Pro: esse grupo, apesar de poucos membros comparado os outros dois, tem uma comunidade bastante ativa e que se ajuda com feedbacks construtivos.

 

Comece com pé direito na sua carreira de Copywriter

Ficou interessado para entrar nessa carreira tão promissora? Saiba que a Aldeia pode te ajudar a conseguir seu tão sonhado emprego de Copywriter.

Com nosso curso online de Copywriting você aprende com os melhores profissionais do mercado. É gente que tem resultado e uma carreira sólida de vários anos!

O curso é em formato de bootcamp, um intensivão na área e conteúdo direto ao ponto.

Ao final dele, você terá o arsenal necessário para conseguir arrasar no mercado de trabalho.

Por isso, não perca tempo e garanta sua vaga agora: clique aqui!

Curso de copywriting

Além disso, iremos te conectar com as melhores oportunidades. Em nossa plataforma SPTF você poderá navegar entre as vagas abertas e se candidatar. 

Como você terá nosso curso no currículo, temos confiança que o recrutador ficará com os olhos brilhando.

Além disso, fique sempre atualizado sobre a Nova Economia em nossa newsletter, que você se cadastra gratuitamente aqui.

Related Articles

Responses